Coluna Nas asas da sustentabilidade

Morcegos: admiração, medo ou repugnância?

19/09/2017 | Nas asas da sustentabilidade - Evandro Valentim

Morcegos: admiração, medo ou repugnância?

Reza a lenda que morcegos são “feios”, “nocivos” e sugam sangue. Conde Drácula e Batman são personagens famosos associados a eles. Ambos são muito temidos. Mas, na vida real, os morcegos merecem admiração, medo ou repugnância?

A palavra vem do latim a origem do nome: muris (rato) e coecus (cego). Rato cego. Têm, contudo, uma vantagem em relação aos roedores terrestres: voam. Ao menos a maioria. Mais à frente, leia a curiosidade número 2.

É possível encontrá-los em todos os biomas brasileiros (Cerrado, Pantanal, Amazônia, Mata Atlântica, Caatinga e Pampa) e ainda em áreas urbanas. Por aqui, há mais de 150 espécies, 14 delas em risco de extinção.

Tão ampla quanto as espécies é a dieta deles, bem variada: pequenos animais, frutas, insetos, néctar, peixes e sangue. Sim, é verdade, há os que se alimentam de sangue (três espécies). No Cerrado, segundo estudos, há em torno de 105 espécies, equivalendo a, aproximadamente, 80% da fauna total de morcegos do Brasil.

Informações relevantes dizem dos benefícios que os morcegos nos proporcionam: controle de insetos, que eles comem às toneladas todas as noites; polinização de inúmeras espécies de plantas; dispersão de sementes.

Os especialistas em morcegos dizem que a espécie frugívora tem enorme importância na regeneração de ecossistemas florestais.

O que seria de nós sem os morcegos?

Três curiosidades:

Primeira: A presença de morcegos nas matas é um bom indicador de qualidade ambiental.

Segunda: Falcões, corujas e serpentes são os predadores naturais dos morcegos. Esses inimigos não têm poder suficiente para extingui-los. Já os humanos… Em algumas ilhas do Pacífico, uma espécie interessante de morcego por muito pouco não foi extinta. O nome científico é quase um trava-língua: Mystacina robusta. Essa espécie não voa. Em 1965 acreditava-se que desaparecera. O perigo veio com a chegada do ser humano dito civilizado e seus costumes. Conheça esse morcego incomum pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=P2wjXRTd1vU.

Terceira: Para os chineses, cinco morcegos juntos significam idade avançada; riqueza; saúde; amor virtuoso; e morte natural, segundo eles, bens terrenos que todos almejam.

Morcegos: admiração, medo ou repugnância?

https://pt.wikipedia.org/wiki/Morcego

Os sinais sonoros emitidos pelos morcegos são imperceptíveis para nós. Por meio desse sinal o morcego se desvia de obstáculos, localiza suas presas… Talvez, se os humanos os escutassem compreenderiam as mensagens que a fauna e a flora nos enviam faz tempo: menos ganância, mais cuidado com meio ambiente, antes que seja tarde.

Por que ter medo ou repugnância? Como não admirar um bichinho desses?

Evandro Valentim

Evandro Valentim

Brasiliense; casado, pai e avô; mestre em gestão do conhecimento; especialista em gestão de RH; administrador; e escritor. Publicou Aventura no cerrado (Assis, 2017); Aventura na floresta: bichos e lendas daqui e dacolá (Assis, 2016); “Cliques narrativos: um romance em crônicas” (Assis, 2014); e “Causos de RH: o livro” (Livre Expressão, 2011). Aprendiz sênior em temas ambientais.

  • Compartilhar:

Comentar